Desenvolvimento de Sistemas

O PROFISSIONAL

O Técnico em Desenvolvimento de Sistemas desenvolve programas para computadores e outros dispositivos computacionais como, por exemplo, aparelhos celulares e tablets, visando a automação de todos os processos relativos às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), ou seja, seu trabalho envolve a produção de software e sua integração com processos administrativos, comerciais, hospitalares, industriais, de automação residencial, automação industrial, de serviços, de telecomunicações e de teleprocessamento.

Além desse perfil básico, o Técnico em Desenvolvimento de Sistemas formado pelo COTUCA será também preparado para atuar com as novas tendências da área de Tecnologias de Informação e Comunicação, como desenvolvimento de soluções usando Internet das Coisas, Computação em Nuvem, Sistemas Distribuídos e Jogos Digitais.

Usando as várias plataformas de computação de maneira integrada, concebe, projeta, escreve e atualiza programas e sistemas, aplicando métodos ágeis de análise, projeto e programação, modelagem e acesso a bancos de dados, redes, técnicas de design para web, técnicas de projeto de Sites na Internet, desenvolvimento de aplicações distribuídas e para dispositivos móveis, desenvolvimento de jogos digitais, desenvolvimento de aplicações da Internet das Coisas (IoT), dentre outras aplicações das TIC.

O CURSO

Este novo curso tem foco nas seis áreas abaixo. Clique nos títulos para conhecer mais sobre cada área:

1. Programação de computadores em geral

2. Aplicativos para Dispositivos Móveis

3. Internet das Coisas

4. Jogos Digitais

5. Computação em Nuvem

6. Integração de tecnologias

Essas áreas serão tratadas de maneira integrada, como é a realidade das novas tendências das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Abaixo temos o itinerário formativo com as diversas disciplinas:

O aluno aprenderá sua profissão através de:

  • currículo atualizado e inovador, que abrange as técnicas mais atuais de desenvolvimento de software para o mundo conectado em que vivemos;
  • aulas realizadas em laboratórios de computação conectados à Internet, aliando a teoria à prática de maneira direta, integrada e dinâmica;
  • participação direta do aluno, através de equipamentos audio-visuais, acesso à Internet como ferramenta de ensino e pesquisa, uso integrado de computadores, tablets, celulares, robôs e outros dispositivos para a prática dos assuntos ensinados.

O curso tem as seguintes estratégias:

  • foco: desenvolvimento de aplicativos computacionais (software), integrando as diversas e abrangentes plataformas computacionais do mundo atual;
  • aborda técnicas avançadas de desenvolvimento de sistemas de alta complexidade e atenção constante à qualidade no processo de desenvolvimento;
  • apresenta ao aluno, em grau crescente de complexidade, as técnicas e metodologias de desenvolvimento de aplicações computacionais, com uma vivência prática intensa e constante dos assuntos desenvolvidos;
  • enfatiza as técnicas mais importantes e não apenas busca ensinar uma ou outra linguagem de programação ou ferramenta que estejam em evidência no momento pois, como a tecnologia na área avança aceleradamente, as ferramentas e sistemas computacionais se alteram com frequência;
  • as técnicas que embasam essas ferramentas são ensinadas com profundidade, de modo que o aluno adapta-se facilmente à evolução tecnológica.

O curso é organizado em quatro módulos semestrais e apresenta ao aluno, em grau crescente de complexidade, as técnicas e metodologias de desenvolvimento de programas, com prática intensa e constante dos assuntos teóricos ensinados.

Os principais assuntos abordados no curso são:

  • Técnicas de Programação Orientada a Objetos;
  • Automação de equipamentos e atividades do dia a dia com placas Arduino, shields e sensores;
  • Bancos de dados – modelagem, programação e utilização por aplicativos distribuídos;
  • Técnicas e plataformas para desenvolvimento de sites da Internet;
  • Projeto e Programação de Jogos Digitais;
  • Sistemas embarcados para automação de processos e Internet das Coisas;
  • Estruturas de dados;
  • Aplicativos para dispositivos móveis, como celulares, tablets e sua integração com a Internet tradicional, a Internet das Coisas e a Computação em Nuvem.

Complementando seus conhecimentos, o aluno aprende, também, sobre o gerenciamento de sua carreira profissional, além de desenvolver um Projeto de Conclusão de Curso de sua escolha. Esse projeto abordará técnicas aprendidas no curso e novas técnicas pesquisadas pelo aluno, sob a orientação de um professor.

O curso exige raciocínio lógico, conhecimentos básicos de matemática do Ensino Fundamental, capacidade de organização do tempo e de trabalho em equipe, além de dedicação aos estudos e o gosto pelo aprendizado e pela aplicaç&aatilde;o de tecnologias inovadoras.

O curso não aborda apenas a utilização de aplicativos computacionais ou design de imagens e de sites mas, por outro lado, capacita o aluno a criar os programas que realizam essas tarefas, com a criação de programas e sistemas para jogos digitais para computadores e celulares, integração com sites como o GoogleMaps e integração entre aplicativos diversos através das tecnologias mais avançadas de programação de computadores.

O MERCADO DE TRABALHO

Todas as áreas profissionais e empresariais necessitam das Tecnologias de Informação e Comunicação e, portanto, o Técnico em Desenvolvimento de Sistemas dispõe de um mercado de trabalho amplo e em expansão, com muitas vagas de emprego disponíveis. Atualmente, vemos uma busca crescente, pelas empresas, de profissionais dessa área.

As principais áreas de atuação são:

  • empresas de desenvolvimento de sites para Internet;
  • Indústriais em geral;
  • empresas comerciais;
  • empresas de consultoria;
  • empresas de telecomunicações;
  • empresas de automação industrial, residencial e outros tipos;
  • empresas de prestação de serviços em TIC;
  • empresas de desenvolvimento de software em geral;
  • centros de pesquisa em qualquer área;
  • escolas e universidades;
  • empresas públicas;
  • empresas de desenvolvimento de jogos digitais.

A região de Campinas é um dos maiores polos tecnológicos em Informática no Brasil, e oferece amplas oportunidades de atuação, até mesmo para a criação de empreendimentos pelo próprio profissional.

MODALIDADES

Modalidade: B – Concomitância Externa
Código: 39
Turno: vespertino (à tarde)
Vagas: 40
Duração: 2 anos mais estágio
Estágio: 320 horas
Ensino Médio: Concluído ou estar matriculado em outra escola, a partir da 2a série, em 2018

Modalidade: B – Concomitância Externa
Código: 59
Turno: Noturno
Vagas: 40
Duração: 2 anos mais estágio
Estágio: 320 horas
Ensino Médio: Concluído ou estar matriculado em outra escola, a partir da 2a série, em 2018